segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

O Resgate do Dia do Senhor

O dia do Senhor não é um código de leis que restringem a liberdade dominical do crente, com inúmeras leis impedindo-o de fazer um turbilhão de coisas. Mas é um manual de como o crente deve descansar de seu labor para se dedicar exclusivamente a Deus. O dia do Senhor traz a marca registrada "E VIU DEUS QUE ERA MUITO BOM". Então,a guarda desse dia é uma isntrução de Deus para o bem do crente e assim deve ser entendido por todos os irmãos. Não cabe discussão, não cabe réplica, não cabe apelação, mas apenas obediência. O labor diário deve ser cessado. Nada que seja do interesse pessoal deve ser feito. Estudar matérias do colégio, de faculdade, fazer compras em feiras, em supermercados, lazer com futebol, praia, piscina, tudo isso se constitui coisas do interesse pessoal e devem ser cessadas - este é o princípio. Por outro lado, o culto público é devido, sendo esse o exercício mais vigoroso desse dia, pois para isso o homem foi criado. Também a busca por libertação, a leitura e a meditação na Escritura com mais tempo, com mais propriedade. A oração de confissão, de gratidão, sem pressa, sem agendamento de trabalho para cumprir. O alimentar-se, o cuidar do enfermo, o alimentar o animal, as tarefas essenciais à vida (como a do médico, do policial, do bombeiro). Assim, o manual de Deus diz o que deve cessar e o que se deve fazer. O outro ensino é que cada cristão tem o dever de entender que o quarto mandamento faz parte da Lei Moral de Deus e, por conseguinte, transgredi-lo é roubar (8º), matar (6º), adulterar (7º), cobiçar (10º), mentir (9º), idolatrar (1º e 2º), profanar o Santo Nome do Senhor (3º) ou ainda desrespeitar a autoridade de Deus (5º). Pensar dessa maneira é ser maduro espiritualmente, pois todos os mandamentos são lineares, uniformes e dizem respeito ao caráter perfeito de Deus.
Esse é último sermão de 2010, domingo 26 de dezembro, proferido pelo Pr. Edson Rosendo.
Faça o download em:> 4Shared

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Quem Não Se Arrepender Igualmente Perecerá

Sermão do domingo, Dia do Senhor, 19 de dezembro de 2010, proferido pelo Pr. Edson Rosendo e didivido em dois pontos:
1) Estar livre de catástrofes não significa estar livre do juizo de Deus;
2) Estar sem frutos é sinal de falta de arrependimento.
Sem arrependimento não há remissão de pecados; você não é menos condenável do que a prostituta, o drogado ou qualquer outra pessoa. Se não houve arrependimento na sua vida, não houve mudança das trevas para a luz; sem arrependimento não há santidade. Quem se arrepende confia plenamente em Cristo. Sem arrependimento não há produção de frutos dignos de arrependimento. Se você não se arrependeu você vai perecer.
Faça o Download dessa mensagem em:> 4Shared

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Como Vencer os Gigantes da Vida

Mensagem proferida pelo Pr Edson Rosendo, baseada nos trabalho do grupo que estuda a homilética da pregação do Pr. Hernando Lopes da IPB, tendo como texto base o capítulo 17 do Livro de I Samuel.
Todos querem uma vida vitoriosa. Muitos planejam progredir na vida e alguns fracassam, mas há desafios pela frente e ninguém vence sem lutar. A história de Davi enfrentado Golias é oportuna para ilustrar as dificuldades gigantescas que temos de enfrentar.
Esse sermão, baseado em cinco pontos, responde à seguinte pergunta: O Que fazer para vencer os gigantes que se nos apresentam?
1) Não ouvir a voz do pessimismo que vem da parte do povo;
2) Vença a crítica daqueles que estão ao seu redor;
3) Utilize os dons e as armas que Deus lhe concedeu;
4) Esteja determinado a vencer;
5) Reconheça que a vitória vem do Senhor e somente a Ele pertence a glória.
Conclusão: "Com meu Deus eu salto muralhas"
Faça o Download da mensagem em:> 4Shared

sábado, 18 de dezembro de 2010

A Bem-Aventurança de Morrer no Senhor

Resgatamos, por achar oportuno, esse Sermão do dia 3 de abril de 2005, em que o Pr. Edson Rosendo discorre sobre a morte. Todos têm medo da morte e ficam impassíveis e perplexos quando ela chega e quando morre um parente ou amigo, afinal, a morte é a cessação da vida. Mas o que é a morte? O que é morrer no Senhor?
O presente Sermão foi baseado em Apocalipse 14:1 e 13 e foi dividido em dois pontos:
1) Bem-Aventurados os mortos que morrem no Senhor;
2) A afirmação é tão importante que o Pai disse: "Escreve".
Conclui-se que se você não foi unido a Cristo você sente pavor da morte física, porque tem medo da reprovação do Senhor. Já o Crente, tem certeza de sua justificação diante de Cristo, por isso não tem medo da morte, ao contrário, anseia por este momento em que se unirá ao Senhor.
Faça o Download em:> 4Shared

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Reprovado na Avaliação de Deus

Sermão do domingo, Dia do Senhor, 5 de dezembro de 2010, proferido pelo Pr. Edson e baseado em Lucas 12:54.
Jesus reprova quem tem um bom conhecimento humano; o homem está reprovado porque só tem conhecimento humano e não tem conhecimento espiritual.
Faça o Download do sermão em:> 4Shared

sábado, 4 de dezembro de 2010

Jesus Apresenta o Outro Lado do Evangelho

O Evangelho é fogo consumidor, produz desunião e Jesus faz questão de telalhar essa desunião. Mas Ele anseia que essa desunião comece logo, pois Ele aguarda pelos frutos dessa desunião.
Não podemos nos acovardar e pregar um evangelho para agradar as pessoas, não podemos nos acovardar, pois somente o Evangelho pregado em sua integridade faz os seus frutos, mesmo despertando reações desagradáveis. Precisamos ter cautela ao julgarmos os nossos irmãos, pois todos acusarão o crente pelos frutos do Evangelho em sua integridade. Devemos, sempre, investigar detalhadamente. Ai de nós se não pregarmos o Evangelho.
Este é o sermão do dia 28 de novembro de 2010, proferido pelo Pr. Edson Rosendo. Foi baseado em Lucas 12:42-53 e foi dividido em dois pontos:
1) Jesus anuncia o lado destruidor do Evangelho
2) Jesus anseia que essa destruição comece logo.
Faça o Download em:> 4Shared

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Jesus Exige Vigilância e Fidelidade

Retomamos às Mensagens no livro de Lucas que foram interrompidas pela Série de Pregações sobre Os Cinco Pontos do Calvinismo.
Esse sermão foi baseado no Livro de Lucas 12:35-48 e foi dividido da seguinte maneira:
1) Jesus exige um viver de modo vigilante;
1.a) A Vigilância é ordenada - Não é uma opção;
1.b) Jesus promete bênçãos aos servos vigilantes;
1.c) Jesus dá um exemplo de vigilância;
2) Jesus Exige um Viver de modo fiel;
2.a) O perfil do servo vigilante: Ele é fiel, prudente, lider e sustenta os conservos.
Faça o Download do sermão em:> 4Shared

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

O Homem da Vitrine

Sermão do Pr. Edson Rosendo, do domingo, Dia do Senhor, 7 de novembro de 2010.
Esta é a história do homem Jó - "O Homem da Vitrine": O homem que conseguiu juntar duas coisas: Riqueza e Piedade. Mas como juntar duas coisas tão antagônicas? Qual delas vai se sobressair?
Jó é o homem de quem Deus, pessoalmente, dá testemunho. A história desse homem é uma inspiração para todo ser humano. E nesse poderoso sermão, o Pr. Edson descreve o perfil do homem de Deus, baseado no livro de Jó 1: 1-8 e, meticulosamente, descreve as características do "Homem da Vitrine", a partir dos seguintes pontos:
1) A Família de um Santo de Deus;
2) O Trabalho de um Santo de Deus;
2) O Caráter Moral e Espiritual de um Santo de Deus.
Este, certamente, é um dos mais valorosos Sermões proferidos do púlpito da Igreja do Senhor em Caruaru.
Faça o Download em:> 4Shared

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

A Perseverança dos Santos

Sermão do domingo, dia 31 de outubro de 2010, proferido pelo Pr. Edson Rosendo.
Chegamos ao 5º e último sermão da série "Os Cinco Pontos do Calvinismo", em comemoração aos 493 anos da Reforma Protestante. O tema é a Perseverança dos Santos.
Alguém que foi salvo pela Graça do Senhor pode retroceder para a condição de perdido? Será que a pessoa que foi tirada das trevas e hoje está na luz, que foi tomada por Jesus, que foi levda por Deus, será que ela pode sair ou está eternamente segura nos braços de Jesus?
O Pr Edson faz a exposição e dá as provas bíblicas dessa doutrina da segurança eterna da salvação.
Faça o Download em 4Shared ou em Rapidshare.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

A Graça Irresistível

Esse é o 4º Sermão da Série sobre "Os Cinco Pontos do Calvinismo", proferidas do Púlpito da Igreja em Caruaru, em comemoração aos 493 anos da Reforma Protestante. O Pr. Edson Rosendo faz primeiro uma exposição e em seguida dá a prova bíblica da Doutrina. Uma série de perguntas são respondidas: Por que o Evangelho é anunciado a alguns e a outros não? Por que alguns que são chamados não vêm e outros vêm pra valer? Como ocorre a salvação?
Temos dois links para baixar essa mensagem:
Baixe aqui no: 4shared ou no Rapidshare.
Caso enfrente alguma dificuldade, nos solicite e enviaremos direto pro seu e-mail.
SDG

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Expiação Limitada

Este é o terceiro sermão da série "Os Cinco Pontos do Calvinismo", e que ficou sob responsabilidade do Diácono Ezequiel Farias. Trata-se de uma série de Cinco Sermões proferidos em comemoração à Reforma Protestante.
Faça o Download do Sermão em:> 4Shared

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Eleição Incondicional

Este é o segundo sermão da Série "Os Cinco Pontos do Calvinismo", baseado em Êxodo 33:12-19. Esta série faz parte das comemorações da Reforma Protestante, que está prestes a fazer 500 anos.
Faça o Download em:> 4Shared

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Conheçamos e Prossigamos em Conhecer o Senhor


Décimo nono e último sermão da série “O Conhecimento de Deus” proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevedo, na 1ª Igreja Batista Reformada em Caruaru, no domingo, dia do Senhor, dia 29 de abril de 2001.
O Presente sermão foi baseado em Oséias 6:3. Foi dividido em dois pontos:
Não conhecer ao Senhor é estar despedaçado e
Conhecer ao Senhor é ter vida.
Os crentes devem entender que não podem ficar estagnados na busca pelo conhecimento do Senhor.
Faça o Download do Audio em WMA ou do Texto em PDF

sábado, 9 de outubro de 2010

O Ciúme de Deus

Décimo oitavo sermão da série “O Conhecimento de Deus” proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevedo, na 1ª Igreja Batista Reformada em Caruaru, no domingo, dia do Senhor, dia 22 de abril de 2001.

O Presente sermão foi baseado em Tiago 4:5. O apóstolo a que não consideremos apenas a bondade de Deus, mas também a severidade. Os crentes devem entender que a bondade de Deus ao pode ser desprezada, do contrário Ele não hesitará em estender a sua severidade.

Foi dividido em dois pontos:

1) O Que é o Ciúme de Deus e

2) Como se manifesta do Ciúme de Deus

Faça o Download do Audio em WMA ou baixe o Texto em PDF

Outras mensagens podem ser encontradas no blog da igreja, no seguinte endereço:

http://reformadoscaruaru.blogspot.com/

Baixe os arquivos, grave-os e distribua-os livremente.

SDG

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Depravação Total

Este é o primeiro sermão da série "Os Cinco Pontos do Calvinismo", baseado em Efésios 2:1-3. Esta série faz parte das comemorações da Reforma Protestante, que está prestes a fazer 500 anos.
Faça o Download em:>4Shared

A Bondade e a Severidade de Deus

Este é o 17º Sermão da Série “O Conhecimento de Deus”, proferido pelo Pr. Edson Rosendo em 15 de abril de 2001. Foi baseado no Livro de Romanos 11:22. O Apóstolo exortou a que não consideremos apenas a Bondade de Deus, mas também a Severidade: Deus tanto é bom, quanto é severo. Os crentes devem entender que a bondade de Deus não pode ser desprezada, do contrário, Ele não hesitará em estender a Sua Severidade.
Essa mensagem foi dividida em dois pontos: 1) Considerando a Bondade de Deus e 2) Considerando a Severidade de Deus.
Faça o Download do Texto em PDF ou do Audio em WMA

terça-feira, 5 de outubro de 2010

A Bondade de Deus Sobre as Suas Obras e Criaturas

Este é o 16º Sermão da Série “O Conhecimento de Deus” , proferido pelo Pr. Edson em 8 de abril de 2001. Foi baseado no Salmo 145:9. O Salmista declarou que a bondade de Deus estende-se sobre todas as suas Criaturas e Obras; Deus é bom para com todos.
Foi dividido em duas partes: 1) Deus é bom para com todas as suas criaturas e 2) A Bondade de Deus para com os homens.
O propósito específico desse sermão é fazer os crentes entenderem que a bondade de Deus está eternamente nas suas vidas.
Faça o Download do Texto em PDF ou do Audio em WMA

terça-feira, 28 de setembro de 2010

O Perfil do Crente Legítimo

Sermão do domingo, Dia do Senhor, 26 de setembro de 2010. Foi baseado em Lucas 12:22-34, que trata das Lições que Jesus Trouxe para os ouvintes no Sermão do Monte.
Qual o Perfil de um crente legítimo?
Esse sermão faz uma abordagem em três aspectos do crente: Perfil Emocional, Perfil Espriritual e Perfil Material.
Como você tem vivido do ponto de visto emocional? Sem ansiedades?
Como você tem vivido do Ponto de vista espiritual? Buscando os interesses do reino de Deus antes de qualquer coisa?
Como você tem vivido do ponto de vista material? Dividindo, sendo generoso, distribuindo e não acumulando?
Qual é o seu perfil?
Faça o Download desse sermão em: 4Shared

terça-feira, 21 de setembro de 2010

A Estrada do Cristão

Sermão proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevêdo, no domingo, dia do Senhor, 19 de setembro de 2010. Foi baseado em Materus 7:13-23 e foi divido em dois pontos:
1) A Estrada do Cristão e
2) O Guia do Cristão.
Faça o download da mensagem em:> 4Shared

sábado, 18 de setembro de 2010

A Paciência de Deus

Estamos chegando ao 15º Sermão da Série “O Conhecimento de Deus”, proferido pelo Pr.Edson Rosendo de Azevêdo, pastor da 1ª Igreja Batista Reformada em Caruaru, no domingo Dia do Senhor 1º de abril de 2001 e foi baseado em Números 14:17-19
A Paciência de Deus e a Nossa Vida
Os crentes devem entender que a paciência de Deus é o atributo que restringiu Deus de não nos ter enviado ao castigo eterno quando da nossa cegueira.
O que é a Paciência de Deus?
Como se manifesta a Paciência de Deus?
Faça aqui o Download do Audio do Sermão
Ou
Faça aqui o Download do texto em PDF

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

A Fidelidade de Deus

Este é o 14° Sermão da Série “O Conhecimento de Deus” , proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevêdo, pastor da 1ª Igreja Batista Reformada em Caruaru, no domingo Dia do Senhor 25 de março de 2001 e foi baseado em Deuteronômio 7:9-10.
A Fidelidade de Deus e a Nossa Vida
Os crentes devem entender que a Fidelidade de Deus exige que os seus filhos ajam com base nela. Deus sempre cumpre as suas promessas porque é fiel. Como se manifesta a fidelidade de deus? Você sabe?

Faça aqui o Download do áudio do Sermão
ou
Faça aqui o Download do texto em PDF

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

A Riqueza de Deus

Sermão do Pr. Edson Rosendo de Azevêdo, no Domingo, Dia do Senhor 18 de março de 2001, baseado em Romanos 11:36, sendo o 13º Sermão da Série “O Conhecimento de Deus”, proferidos entre 2000 e 2001. O apóstolo Paulo mostrou que somente Deus é, tem e faz, todas as coisas, portanto, ninguém, de si mesmo, é algo, ou tem algo ou faz alguma coisa. A mensagem foi dividida em 3 partes:

1.Porque Dele são todas as coisas

2.Porque por Ele são todas as coisas e

3.Porque para Ele são todas as coisas

Faça aqui o download do audio do Sermão

ou

Faça aqui o download do texto em PDF

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Salmo 46

Ouça a revisão do Salmo 46 pela Conferência Brasileira de Salmodia
Veja no Likn abaixo:
http://dl.dropbox.com/u/1281121/Psalm%2046.mp4

SALMO 46
1. Refúgio e fortaleza é Deus, presente em socorrer
Nas horas de tribulação não temos que temer
2. Ainda que a terra toda venha a transtornar
Ou que os montes se abalem no seio do mar

3. Ainda que as águas venham a tumultuar
Também os montes estremeçam com fúria total
4. Um rio a cidade do Senhor vem alegrar
O santuário das moradas do mais alto Ser.

5. E no seu meio Deus está, jamais se abalará
Ajuda, pois, Deus lhe trará desde o amanhecer
6. Os reinos podem se abalar; nações, também, bramar.
A Sua voz Deus levantou e a terra derreteu.

7. O Senhor dos exércitos está conosco aqui.
Refúgio nosso Ele é, o Deus de Israel
8. Oh! Vinde contemplai as obras do Senhor Javé:
Que assolações efetuou na terra o nosso Deus!

9. Põe termo à guerra até os confins do mundo o nosso Deus
O arco Ele quebra, e a lança despedaçará
Os carros todos Deus fará no fogo incendiar
Põe termo à guerra até os confins do mundo o nosso Deus!

10. Aquietai-vos e sabei que Eu sou o vosso Deus
Sou exaltado entre as nações; na terra, grande eu sou.
11. O Senhor dos exércitos está conosco aqui
Refúgio nosso Ele é, o Deus de Israel.

Retornando ao Antigo Evangelho - Parte III

Sermão do Domingo, Dia do Senhor, 29 de agosto de 2010, baseado em Romanos 3:24-25 e dividido em duas partes: O Evangelho Verdadeiro e a Redenção e O Evangelho Verdadeiro e a Propiciação.
Reflexão: Redimidos
Redimir significa obter novamente a posse mediante compra. Conta-se que um menino possuía um navio de brinquedo muito estimado; era seu brinquedo preferido. Certo dia, brincando na frente de sua casa, em um dia de chuva, e procurando imitar um navio flutuando nas águas do mar, o brinquedo foi levado pelas águas, que aumentaram muito de volume, mais do que a capacidade do menino em segurá-lo. Ele ficou profundamente triste, pois era seu brinquedo mais amado. Certo dia, andando pelo centro da cidade, o menino viu o mesmo navio na vitrine de uma loja de brinquedos e facilmente o identificou. Dirigiu-se ao gerente da loja, contou o problema e solicitou sua devolução, ao que o gerente disse ser impossível o pleito, pois o navio pertencia à loja. O menino, então, voltou para casa, reuniu todas as suas economias, tudo quanto possuía, o seu máximo, retornou à loja e efetuou o resgate do seu brinquedo preferido. Deus também nos redimiu dessa maneira. Ele nos viu escravos, presos, não em uma vitrine, mas na prisão do pecado; Ele, nosso primeiro dono. Então, Ele foi e reuniu toda sua riqueza, o seu máximo, trouxe o preço e pagou nosso resgate, comprando-nos para si, redimindo-nos para si. Esse máximo preço que Deus reuniu para pagar nosso resgate foi o preço da vida de seu Filho Unigênito, Amado! Hoje pertencemos a Deus, em Cristo Jesus. Somos seus servos e fazemos sua vontade. Nenhum dos redimidos tem vontade própria, mas faz exclusivamente a vontade de seu Senhor. Proceder assim é uma prova eterna de gratidão. Eterna porque o preço foi tão elevado que não há gratidão que possa esgotar a dívida. Redenção: a palavra que não pode sair do nosso viver diário.
Faça o Download da Mensagem em:> 4Shared

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Retornando ao Antigo Evangelho - Parte II

Sermão do domingo, Dia do Senhor, 22 de agosto de 2010, trata do Evangelho Verdadeiro e a Justificação do Homem Diante de Deus e tem como texto base: Romanos 3:25-27.
Como Justificar-se diante de Deus: o mega-problema
A queda no pecado implicou num megaproblema para o homem: tendo-se tornado escória da imundície, como voltar a ser aceitável diante de um Deus santíssimo? A maioria esmagadora dos homens sequer enxerga o megaproblema. Mega porque diz respeito à condenação eterna. Mega porque o homem já nasce condenado. Em nada mudando na sua situação, ele viverá na terra condenado e entrará na eternidade na mesma condição, porém de modo imutável. Mega porque Deus precisa se vingar do homem, por causa da afronta sofrida pelo pecado sofrido deste. Mega porque não há nenhum recurso na face da terra que seja capaz de solucionar a questão. Mega porque só há dois lados: Deus – o ofendido, e o homem – o ofensor. Homens não podem arbitrar; anjos não podem arbitrar; criatura alguma é competente para arbitrar. Ao homem a solução é impossível. Só resta Deus! E Ele providenciou o meio de resolver esse mega-problema: Jesus Cristo (o Deus-Homem), sendo Deus, resolveu o megaproblema, não, porém, como tentativa, mas como certeza. Jesus Cristo recebe sobre si toda a ira do Pai contra o pecado daqueles que passaram a confiar em Jesus, daqueles que são fracos em si, que deixaram de confiar em si, nas suas boas obras, nas suas justiças pessoais. Só Jesus – sendo Deus – pode salvar o pecador da ira de Deus. “Ao Senhor pertence a salvação!”, bradou o profeta Jonas. E o profeta Habacuque afirmou que o justo viverá pela fé, pela confiança em outro, pela confiança em Jesus, o Deus-Homem, eterno Filho de Deus. Glória, pois, a Ele, eternamente, amém!
Faça o DOwnload do Sermão em:> 4Shared

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Retornando ao Antigo Evangelho de Cristo - Parte I

Sermão proferido pelo Pr.Edson Rosendo, no domingo, dia do Senhor, 15 de agosto de 2010. Foi baseado em Romanos 3:22-23.

A Escritura é o Evangelho de Jesus. O Cristianismo é o Evangelho de Jesus. A Escritura não apenas contém o Evangelho, mas é o próprio Evangelho. A geração dos nossos dias não mais conhece o Evangelho de Jesus. Quando a igreja se desvia de pregar o Evangelho de Jesus, a sociedade suporta o maior prejuízo que ela pode ter: maior que o prejuízo social, financeiro, econômico, explosão demográfica e qualquer outro que se possa nomear. O Evangelho está encoberto das igrejas por causa da falsidade de pregadores covardes, manipuladores, que só pensam em lucro financeiro. O Evangelho que humilha o pecador, que engrandece Jesus, que exalta a obra de Jesus tomando sobre si a ira do Pai, o Evangelho de renúncia, o Evangelho de cruz, este não mais é pregado. Ele foi substituído pelo evangelho das facilidades, do materialismo, da cura, da prosperidade material e pelo Evangelho da cura obrigatória. Enquanto se prega esse Evangelho, constroem-se tranqueiras na porta do céu, impedindo que os pecadores entrem. Enquanto se prega esse evangelho defectivo, fecha-se a porta do Reino dos céus para qualquer tipo de acesso. O Evangelho dos apóstolos, aquele que desmascara o pecador, que humilha o ouvinte, que exalta Jesus, está sumido dos púlpitos, pois ele atenta contra o ajuntamento rápido de pessoas, atenta contra o senso comum, ensinando a salvação “por favor”, ensinando o demérito total do ser humano e outras coisas mais. Poucos são os faróis, hoje, que iluminam os homens com uma pregação sadia, intensa, de modo que eles sejam transformados à imagem de Jesus. Mas mesmo com poucos pregadores desse naipe, Deus continua exigindo renúncia, deposição das armas, capacidade de suportar a cruz por amor do Senhor. Este é o Evangelho de Jesus.

Faça o Download dessa Mensagem em:> 4Shared

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A INTERAÇÃO ENTRE CRISTO E O CRISTÃO

Sermão do Dia do Senhor, 08 de agosto de 2010, baseado em Filipenses 2:1-11, do Pr. Edson Rosendo, à Igreja Batista Reformada em Caruaru.
REFLEXÃO:
A Escritura insta a todos os cristãos que imitem o seu Senhor. Paulo procurava imitar Jesus Cristo e exortava a todos os seus ouvintes que o imitassem como ele imitava Cristo. Imitar significa tomar por modelo. No agir, no falar, no pensar o cristão deve tomar Jesus Cristo como modelo. A imperfeição humana impede que o imitemos de modo perfeito, porém, mesmo distantes de uma imitação fidedigna, o cristão deve se mirar em Cristo, não se contentar com o pecado e andar sempre visando a perfeição. O apóstolo convoca os cristãos a terem o mesmo sentimento que houve em Cristo, que mesmo sendo Deus, não se apegou à condição de Deus, mas abdicou de privilégios gloriosos a fim de encarnar, viver como homem e morrer como condenado. Por tudo isso, é um grande equívoco quando cristãos apegam-se a bens, a privilégios, a confortos, a comodismos, não abrindo mão de direitos, de posições, de hierarquia, preferindo provocar divisões, cisões, perturbações no seio da igreja do Senhor. Todas essas posturas são incoerentes e descabidas num reino onde o próprio Rei deu o exemplo máximo de humilhação, de perda de privilégios e direitos. Que cada crente se humilhe, lute pela unidade, pela humildade, pela simplicidade. Que cada crente considere o próximo como se fosse o seu superior imediato, a quem deve obediência, respeito e consideração. Tende em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo.
Faça o Download em:> 4Shared

sexta-feira, 30 de julho de 2010

ANDANDO DE MODO DIGNO DO SENHOR


Mensagem baseada em Colossenses 1:9-12, proferida pelo Pr. Edson Rosendo de Azevêdo, por ocasião do aniversário de 10 anos da Igreja Batista Reformada em Caruaru e do aniversário de consagração do pastor, no domingo, Dia do Senhor, 25 de julho de 2010.

Andando de modo digno do Senhor

Enquanto na terra, cada crente deve andar de modo digno do Senhor, para Seu inteiro agrado, afirma a doutrina dos apóstolos. Este será o modo de exibir a santidade de Jesus a um mundo perverso e escuro, no qual o crente deve resplandecer como luzeiro, quebrando as trevas e a apontando aos pecadores o caminho da salvação. Na carta aos romanos o apóstolo afirmou que fomos predestinados para sermos conformes a imagem de Jesus. Isto nos leva a perseguir diariamente esse alvo magnífico, numa caminhada que só trará benefícios a todos. Para tanto, a carta aos colossenses afirma que devemos saturar a mente com a plenitude do conhecimento de Deus, mediante a Escritura. Que devemos tomar essa mente plena da Palavra e harmonizá-la com o coração, a fim de sermos sábios. Depois devemos nos animar mediante o fortalecimento proveniente da Palavra de Deus, manifestando perseverança e paciência em meio às adversidades. Tudo isto se constituindo em uma tarefa interna, pessoal e subjetiva. Mas também devemos externar todo esse "vulcão" interno mediante atos externos de boas obras, usando as mãos e os pés e ainda tendo uma aparência excelente, com lábios sorridentes e uma boca que se desdobra em gratidão a Deus, por nos ter feito idôneos à parte da herança incorruptível. Isto é o que significa andar de modo digno do Senhor, pois para tal fomos postos.
Faça o Download da Mensagem em:> 4Shared

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Os Prejuizos da Avareza

Sermão proferido pelo Pr.Edson Rosendo de Azevêdo, no domingo, dia do Senhor, 19 de julho de 2010, baseado em Lucas 12:13-21, que discorre sobre os prejuizos verticais e horizontais da avareza.
A Praga da Avareza
A Escritura recomenda com veemência que o homem não acumule tesouros para si. Jesus alertou os crentes que se guardassem de toda e qualquer avareza. A avareza é a prática de acumular tesouros, dinheiro, bens. O homem avarento multiplica seu dinheiro, acumulando-o, impedindo sua circulação, subtraindo da sociedade grandes oportunidades, sendo antes um câncer para todos. Ele passa por cima da ordem de Deus – que proibiu o homem de acumular tesouros aqui na terra - entesoura para si, prejudica o próximo, prejudica a si tornando-se egoísta, fadado ao isolamento, sem amigos, sem conforto, sem qualidade de vida. Deus brada contra ele e o classifica de louco. Deus mostra claramente sua condição de tolo, de inútil, pois acumula algo que se torna em ferrugem (seus metais), em papel picado (seu dinheiro) e em escombros (seus bens imóveis). Jesus apontou sua presunção, pois ele julga que é dono de seu destino e que viverá muitos anos no usufruto de seus muitos bens. Porém, Jesus o advertiu que a prestação de contas virá de súbito, apanhando-o despreparado, e que ele ficará mudo, sem nada ter a dizer. Por fim, Jesus o chama de pobre, pois acumulou bens que se oxidaram, enquanto permanecia pobre, paupérrimo para com Deus. Suas muitas riquezas não lhe renderam um centavo sequer na sua conta corrente para com Deus, valendo-lhe, finalmente a reprovação e a danação eterna. Que cada um sonde seu coração e identifique os focos de avareza que nele se acham, a fim de purgá-los definitivamente.
Faça o Download do Sermão em:> 4Shared

terça-feira, 13 de julho de 2010

É Fundamental Vencer a Hipocrisia

Mensagem do dia 11 de julho de 2010, baseada em Lucas 12:8-12, proferida pelo Pastor Edson Rosendo.
A pior hipocrisia
A hipocrisia é a arte de esconder das pessoas a verdadeira face, a personalidade, aquilo que se está no coração. Mesmo contando com as infalíveis palavras de Jesus, que afirmou que “tudo quanto estiver oculto será um dia revelado”, as pessoas não manifestam nenhuma disposição de aposentar de vez a hipocrisia, preferem enfrentar o
momento quando terão que tirar a máscara a abandoná-la, hoje, por completo. Muitas são as faces da hipocrisia e, conforme a ocasião e a circunstância, ela pode aumentar de gravidade e se tornar crônica e de conseqüências desastrosas. A pior delas, no entanto, é quando se nega a verdade da Palavra de Deus aos ouvintes. A pessoa conhece aquilo que está escrito, porém, por medo, ou por conveniência, ou por interesse, ou por temor a perdas, ou por considerações exageradas a pessoas, ou para não perder o status ou amizades, o sujeito se omite de falar, ou fala as coisas pela metade, sem concluir, sem pronunciar a verdade de Deus que quebra o padrão humano, deixando o ouvinte, o interlocutor na ignorância, nas trevas. Esse é o pior tipo de hipocrisia, pois a Palavra de Deus é escondida quando Ele ordenou que fosse falada, e o ouvinte é subtraído daquilo que lhe é amargo, porém, que pode lhe salvar a alma do inferno eterno. Ser hipócrita no falar a Palavra de Deus é blasfemar contra o Espírito de Deus, pois se está trabalhando contra o infalível Agente da trindade que aplica a verdade nos corações dos homens, salvando-os. Portanto, fuja de cometer a pior das hipocrisias.
Faça o Download da Mensagem em:> 4Shared

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Abordando a Hipocrisia

Quando um homem é chamado das trevas para a luz, ele é chamado da mentira para a verdade, da ilusão para a realidade, do fingimento para a sinceridade. Na entrada do reino de Deus ficam depostas as suas armas carnais, o seu modus operandi. É certo que muitas dessas práticas ainda farão parte, em algum momento, da vida desse homem, porém, é certo que a falsidade, a hipocrisia, o fingimento, a mentira são coisas do passado, porque, estando em Cristo, o homem é nova criatura, tendo passado as coisas velhas, vivendo em novidade de vida. Isso, no entanto, não isenta o crente de manter o posto de vigilância ativo. Jesus admoestou que os crentes se acautelassem da hipocrisia e Ele a classificou como fermento, isto é, aquela substância que mesmo em pequena quantidade é capaz de levedar uma grande quantidade de massa. A hipocrisia é sempre uma arma disponível a todos, e usada para encobrir irresponsabilidades, fraquezas, pecados, costumes nefastos. A hipocrisia nunca poderá ser uma perfeita arma para que alguém se esconda. Jesus afirmou que aquilo que a hipocrisia procura esconder, será publicado dos telhados. As pessoas usam a hipocrisia para se esconder somente dos homens, porque de Deus ninguém pode se esconder. A respeito disso Jesus afirmou que é uma troca estúpida, porque, no máximo, os homens podem matar somente o corpo e nada mais. Por isso que Ele afirmou que procurássemos ser sinceros, transparentes, verdadeiros, pois disso Deus se agrada, Deus, que pode matar o corpo e lançar a alma no inferno.
Esta é a tônica da mensagem do Pr. Edson Rosendo, no domingo, Dia do Senhor 4 de julho de 2010 e baseada em Lucas 12:1-7.
Faça o Download da Mensagem em:> 4Shared

segunda-feira, 28 de junho de 2010

As Reações Negativas à Palavra da Verdade

Mensagem do Pr. Edson Rosendo, no domingo, Dia do Senhor, 27 de junho de 2010, baseada em Lucas 11:53-54.
Reações para com a Palavra de Deus
De uma maneira geral, o ouvir da Palavra de Deus integral produz reações tremendas nos ouvintes. Todos ficam impactados. Uns são conduzidos pelo Espírito de Deus para crer, momento em que Deus lhes confere o novo nascimento e depois a fé, porém, outros, mesmo impactados, odeiam profundamente tudo quanto ouviram. Sempre que Jesus pregava, as reações eram desse tipo. Certa vez, tendo dito todas as verdades que os fariseus precisavam ouvir, eles caíram sobre Jesus de forma veemente, questionando-o de modo agressivo e enfático, não com o objetivo de saber mais, ou tirar suas dúvidas, mas com o fim de confundir Jesus de um modo ou de outro, tudo para terem como acusá-lo pelas suas próprias palavras. É certo que não conseguiam, porém, o ataque era feroz, vociferado, sufocante. Jesus alertou os seus humildes discípulos que, se agiram assim contra o Chefe, quanto mais não o fariam contra os seguidores, simples mortais! Isso de modo nenhum deve intimidar os crentes que falam a verdade, mas antes deve encorajá-los ainda mais a pregar, a ousar, pois, se houver reação igual, então tem-se a certeza de que se está no caminho da correta pregação. Retroceder é enveredar pela covardia, pelo medo, pela timidez, é negar o nome do Senhor em favor das benesses de amizades de parentes, de amigos ou de alguém pelo qual se tenha interesses. Que ninguém se engane: a luz veio ao mundo e os homens amaram mais as trevas do que a luz porque as suas obras eram más.
Faça o Download do Sermão em:> 4Shared

terça-feira, 22 de junho de 2010

As Características da Geração Perversa

Sermão do Pr. Edson Rosendo, do domingo, Dia do Senhor, 30 de maio de 2010, postado com atraso por ter que ser regravado.
Baseado em lucas 11:29-32.
A Palavra e as demais coisas
Todas as coisas que um homem recebe são dadas por Deus, porque ninguém pode receber
coisa alguma se do céu não lhe for dada. O homem recebe a vida, a saúde, o trabalho, a família, as vestes, a profissão, o alimento, as curas, a Palavra. São muitas coisas! Porém, nenhuma atinge, em magnitude, a importância e a grandeza da Palavra de Deus. Nada que o homem receba de Deus pode ser comparado à Palavra. Diante da Palavra, todas as demais coisas vindas de Deus desaparecem, por causa da pequenez em relação à Palavra. Por esta causa, ninguém pode tomar coisa alguma vinda da parte de Deus e colocá-la no mesmo nível da Palavra de Deus. Nem família, nem saúde, nem trabalho, nem curas, nem sinais, nem prodígios sequer chegam perto do valor da Palavra de Deus. Colocar qualquer outra coisa no mesmo nível da Palavra, ou mesmo acima dela, é característica da geração perversa, daquela que Jesus a acusou de ser adúltera e má, pois valoriza mais os sinais e prodígios, do que a própria Palavra de Deus.
Mesmo considerando que todas as coisas vêm de Deus, ninguém pode ter outra coisa na primazia, na importância, na valorização, que não a Palavra de Deus. Todos quantos insistirem no contrário, serão castigados com a condenação eterna, além de ficarem privados dos tais sinais vindos da parte de Deus. Muitos homens se quebrantaram diante de Deus com apenas faíscas da luz divina. Então, os que vivem na plenitude da luz não poderão ser inferiores jamais, sob juízo de duras penas.
Faça o Download da Mensagem em:> 4Shared

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Os Ais Pronunciados Por Jesus aos Fariseus

Mensagem do dia 20 de junho de 2010, baseada em Lucas 11:42-52.
Jesus e os Fariseus
Os olhos oniscientes do Senhor são instrumentos de infalível poder para descobrir a farsa em que os fariseus viviam. E Jesus nunca deixou de usar essa arma contra eles. Sempre que tinha oportunidade, Jesus desferia golpes mortais contra eles. Ninguém jamais ousou lhes dizer o que Jesus lhes disse. As palavras que ouviam eram as mais intragáveis; porém, o poder que emana da Verdade acua todo aquele que vive no erro, por isso eles não reagiam do modo as pessoas esperavam. Eles simplesmente ficavam calados, mudos, impedidos de falar, porque a Verdade os deixava sem ação. Foram acusados de desprezarem a justiça e o amor de Deus, de quererem sempre aparecer diante dos homens, de contaminarem os discípulos que deles se aproximavam, de serem cúmplices no assassinato dos profetas do Senhor ao longo da história, de esconderem do povo comum as maravilhosas revelações de Deus aos homens. Não somente aquela geração teve o infortúnio de conter os fariseus, mas nossa geração também.
Eles estão dentro das igrejas, principalmente; mas também nos meios políticos em geral, e, na verdade, em todos os lugares. Na igreja, eles são descobertos e desmascarados pelo poder da pregação, que estabelece o padrão de Deus para o culto e para a vida, e eles facilmente são identificados. E isso é mais que necessário, visto que o fariseu representa grande perigo dentro da igreja, pois muitos tropeçam neles e caem, e muito prejuízo se faz sentir por causa deles.
Faça o Download da Mensaem em:> 4Shared

terça-feira, 15 de junho de 2010

A Relação de Jesus com os Fariseus

Mensagem proferida no domingo 14 de junho de 2010, baseada em Lucas 11:37-41.
Jesus e os fariseus
A relação de Jesus com os fariseus foi marcada por tensão do começo ao fim. Os fariseus davam crédito às tradições rabínicas, que eram interpretações da lei produzidas ao longo da história com o fim de amenizar as perfeitas exigências de Deus, dando-lhes uma conformação mais light, mais adequada ao gosto humano.
E, sabemos, qualquer alteração do preceito do Senhor não produz vida, não produz edificação, libertação, mas antes só produz falsidade, mentira, manutenção no aprisionamento e morte. Por isso que todos os diálogos de Jesus com os fariseus eram marcados por tensão, por grandes desavenças, por reações as mais absurdas.
Certa vez, depois de lhes acuar com a Verdade, um deles convidou Jesus para tomar uma refeição em sua casa, certamente com propósitos escusos. Em pleno reduto do inimigo e sendo observado por não ter realizado o demorado processo de purificação antes da refeição, Jesus respondeu ao fariseu chamando-o de hipócrita, porém, dizendo-lhe o pecado em que estava incorrendo e ainda chamando sua atenção para uma reabilitação diante de Deus. De fato, a falsidade, a hipocrisia é um câncer dentro da igreja do Senhor e todos os sãos devem trabalhar em conjunto para debelar tal praga, sob pena de grandes prejuízos para a edificação do Corpo. As crianças, filhos de pais hipócritas, certamente irão crescer nesse clima, vendo os pais falarem uma coisa e fazerem outra. Tais crianças são sérias candidatas a engrossar as fileiras dos futuros hipócritas, que conseguem enganar a igreja por um bom tempo até que sejam descobertos, corrigidos ou banidos. Imitemos Jesus e procuremos corrigir a falsidade no seio da igreja.

Faça o Download da mensagem em:> 4Shared

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Atitudes Para Com a Candeia Acesa

O que você tem feito com a candeia?
Quem não segue Jesus anda em trevas; quem anda nas trevas não sabe para onde vai porque os seus olhos estão cegos. A vida daquele que anda nas trevas não tem qualquer sentido, pois ele anda a esmo, às apalpadelas, sem rumo, sem guia, na iminência de cair no abismo a qualquer momento. Esta situação foi alterada quando Deus irrompeu com a sua luz neste mundo tenebroso, iluminando-o por completo.
Porém, um absurdo foi cometido: milhares de milhares fugiram da luz e procuraram as trevas; rejeitaram a luz e preferiram continuar na escuridão completa, numa atitude da mais alta agressão ao senso comum.
Outra imensa quantidade de milhares de pessoas resolveu utilizar uma meia-luz, uma penumbra, um lusco-fusco, dizendo-se ofuscados pela plenitude da luz. Esta imensa massa não quer as trevas, mas também não deseja a plenitude da luz, controlando a intensidade da luz e vivendo um meio termo maldito.
Por fim, outro grupo odiou as trevas e atirou-se à plenitude da luz, reconhecendo a benesse que representou a chegada da luz. Estes abominaram, inclusive, a luz com intensidade média, reconhecendo que seria uma tentativa de viver em dubiedade, viver com saudades das trevas. Por isto, estes deram as costas para as trevas e correram para a luz, e encontraram as ricas pérolas, vistas somente debaixo de intensa luz.
Não despreze a candeia, pois ao fim você encontrará a condenação e a morte. A candeia é vida, é visão, é prumo, é retidão. Tome a candeia e a coloque no lugar mais alto, a fim de que todos quantos entrarem na casa possam vê-la.

Faça o Download do sermão em:> 4Shared